Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

O vulcão Hverfjall

Mäyjo, 14.06.18

Hverfjall é um anel de tufo, vulcão localizado perto da costa oriental do Lago Myvatn, no norte da Islândia.

Ele entrou em erupção em 2500 BP, deixando para trás uma enorme cratera de mais de 1 km de diâmetro. Hverfjall tem apenas 396 m de altura, permitindo que turistas e caminhantes escalem suas encostas e caminhem ao longo da borda da cratera.

Hverfjall_reduced.jpg

65 ° 36'19,3 "N, 16 ° 52'21,1" W

 

Imagem via DigitalGlobe

Rabaul, a cidade-vulcão

Mäyjo, 04.03.17

1

 

 

 

ETNA ENTRA EM ERUPÇÃO PELA PRIMEIRA VEZ EM DOIS ANOS

Mäyjo, 11.03.16

etna_a

A erupção do Etna

ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS PODEM PROVOCAR AUMENTO DAS ERUPÇÕES VULCÂNICAS NA ISLÂNDIA

Mäyjo, 29.12.15

islandia_SAPO

É sabido que o aquecimento global está a provocar o degelo dos glaciares, que por sua vez aumentam o nível da água do mar e, consequentemente, as terras mais baixas vão ficando submersas. Porém, na Islândia está a acontecer um fenómeno inverso.

A ilha está a elevar-se cada vez mais devido às alterações climáticas, com a terra libertada pelo derretimento do gelo a provocar uma elevação de cerca de 3,5 centímetros por ano.

Aparentemente, o fenómeno seria benéfico para os habitantes que ao longo do tempo ficariam com mais território disponível. Mas os cientistas acreditam que a elevação extra pode provocar um aumento da actividade vulcânica – exemplo disso são as três erupções ocorridas nos últimos cinco anos que obrigaram a fechar grande parte do espaço aéreo europeu devido às grandes quantidades de cinzas expelidas.

Numa nova investigação, publicada na revista científica Geophysical Research Letters, cientistas da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, e da Universidade da Islândia descobriram que a crosta terrestre na região da ilha está a aumentar a um ritmo mais rápido na sequência do maior aquecimento sentido nos últimos 30 anos.

Há algum tempo que os investigadores sabem que a terra libertada do peso das camadas de gelo tende a elevar-se. Mas o que os cientistas não anteciparam foi a rapidez com que a crosta terrestre estava a elevar-se na Islândia. “É semelhante a colocar pesos num trampolim. Quando se retira os pesos a tela elástica do trampolim ressalta para a sua forma original”, explica Richard Bennet, geólogo da Universidade do Arizona e autor do estudo, ao Guardian.

O maior ressalto da crosta terrestre deve-se a um aumento do aquecimento do planeta ao longo dos últimos 30 anos. “O que descobrimos é que a elevação está a aumentar. É mais rápida em todos os locais devido à perda acelerada da massa de gelo”, indica o investigador.

A investigação baseou-se em 62 dispositivos GPS que foram colocados por toda a ilha para registarem as alterações de posição. Alguns dos dispositivos estão colocados desde 1995.

A reacção em cadeia do degelo dos glaciares, aumento da crosta vulcânica e actividade vulcânica não é compreendida inteiramente pelos cientistas. Mas uma coisa é certa: à medida que a crosta terrestre se eleva também os materiais das profundezas libertados da pressão do gelo ascendem. “Estes materiais transportam o calor tal como uma bata ta quente à medida que se movem de pressões mais elevadas para pressões menores e encontram condições que promovam o derretimento”, explica Bennet. Estas condições são bastante favoráveis à ocorrência de erupções.

Foto: raudkollur / Creative Commons